O Mondial começou ÁCIDO!

Atualizado: Jan 12


Começou o Mondial de la Bière no Rio e já sabemos quais são as cervejas premiadas deste ano.


Foram 376 rótulos inscritos no Mbeer Contest Brazil, uma competição com avaliação baseada nas qualidades intrínsecas da cerveja. Nesta sexta edição do evento no Rio, foi a primeira vez que o resultado do concurso foi anunciado no seu primeiro dia. Segundo Luana Cloper, diretora do Mondial de la Bière no Brasil, o objetivo da mudança é beneficiar os visitantes. “Dessa forma, as pessoas sabem desde o início a lista dos rótulos vencedores e podem se programar para degustá-los”, explica. Faz muito mais sentido divulgar antes para que todos possam experimentar as campeãs no evento!

Os medalhistas do mondial

O júri foi composto por profissionais nacionais e internacionais que premiaram os rótulos nas categorias ouro e platina ontem, dia 05, às 20h. E não havia estilos pré-definido sem qualquer informação sobre as cervejas, os juízes fizeram provas às cegas, para eleger as melhores cervejas.




Entre as categorias de cerveja quatro estilos se destacaram na premiação. As Sours – estilo ácido; as envelhecidas em barris de destilados, que dão aroma às cervejas; as Imperial Stout, com alto teor alcóolico e Berliner Weisse, bem carbonatadas, ácidas e refrescante.


No total foram 14 medalhas, sendo 13 medalhas de ouro e uma de platina.



A grande vencedora deste ano que levou a platina, foi a Antuérpia, com a Nikita Cherry Hickey, uma Russian Imperial Stout.






As cervejas que levaram medalhas de ouro foram:


- Roter Brauhof, com o rótulo Roter Sour Ale, estilo Sour Ale;

- Cerveja Matisse, com o rótulo Saboya, uma Catharina Sour;

- FarraBier, com o rótulo comemorativo #2anos, estilo Catharina Sour;

- Overhop, com o rótulo Gravioh LaLa, uma Catharina Sour;

- Mistura Clássica, com o rótulo Catharina Sour Goiaba, estilo Catharina Sour;

- Dádiva, com o rótulo Brewer’s Cut, do estilo American Sour;

- Overhhop, com o rótulo Aeternum, uma American Imperial Stout

- Colorado, com o rótulo Guanabara Wood Aged, uma Russian Imperial Stout;

- Cacau Ipa Wood Age, uma American IPA;

- Thirsty Harks Farm Brewery, com o rótulo Ginga De La Boe, envelhecida em barril de gim;

- Wonderland Brewery, com o rótulo Gone Mad, uma American IPA;

- Suburbana, com o rótulo Treta, estilo Berliner Weisse;

- Bodebrown, com o rótulo Regina Sour Framboesa, estilo Berliner Weisse.


As cervejas ácidas estão com tudo! Seja Sour ou Berliner Weisse dominaram os prêmios do Mondial levando 8 medalhas no total de 14, A acidez vai dominar o Brasil? E as IPA’s? como ficam nesta história? Será o fim de um reinado? Serão cenas para os próximos capítulos...


Bom, eu confesso que estou adorando tudo isso, as Sours são minhas queridinhas e as IPA’s né não tem como não amar, veja mais sobre o estilo AQUI


Agora queremos experimentar estas cervejas, algumas já provamos e adoramos, mas quero todas estas acidas e azedinhas na minha geladeira!


E você, o que está achando dessa invasão da acidez no mundo da cerveja?


O Mondial vai até o dia 09 de setembro, lá no Píer Mauá, Armazéns 2, 3 e 4.

Vendas pelo site www.mondialdelabiererio.com

51 visualizações
Logo-Novo-BV.png

PARCEIROS

delibeery-cervejas.png
Logo-HopMundi-completo.png
drink-karma.png
american-beer.png
tesla-cervejaria.png
wiva-cerveja-artesanal.png
logo_campinas_cervejaria_2019.png
zev.png
bierinbox.jpeg
Untitled-1.png
2.png
WhatsApp-Image-2020-08-17-at-11.59.png
LOGO.png

Mogi Guaçu - SP

CONTATO

ENDEREÇO

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco

SIGA A GENTE