O papel da mulher na história...da Cerveja !

VAMOS CONHECER UM POUQUINHO DA HISTÓRIA DA CERVEJA...E DAS MULHERES !!


A mulher tem um papel importantíssimo na história cervejeira. Se você acha que cerveja é coisa de homem, pode parar por aqui mesmo, meu amigo, que vamos mostrar que tá tudo errado.



A relação das mulheres com a cerveja começou muito antes do próprio homem sequer pensar em que o "ouro líquido" poderia existir. Que a cerveja surgiu lá nos tempos dos Sumérios - há mais de 7 mil anos atrás -, nós já sabemos, mas e que essa história começa nas mãos de uma mulher, tenho certeza que é novidade para muita gente. Na época, os maridos iam caçar e as esposas cuidavam da casa, do alimento e da colheita.





Foi a partir daí, colhendo o trigo e produzindo alimento, que as mulheres chegaram a cerveja. Afinal, a bebida era uma fonte nutritiva de alimento, digamos que uma parte essencial do cardápio diário do ser humano. Com a descoberta, as mulheres cervejeiras eram conhecidas como Sabtiem. Ouro líquido, deusas, pegaram a relação, né? É tanto que a Deusa da Cerveja, era nada menos que uma mulher, conhecida como Ninkasi (já pode colocar na lista de quem agradecer a cada brinde). Além dela, o “milagre” da transformação da cerveja é atribuída a Deusa da Fertilidade e do Plantio, a Ceres. Como ninguém conhecia a levedura, eles enxergavam como milagre esse processo em que os cereais em uma bebida alcoólica.


O conhecimento, receitas e até a administração das tabernas eram somente de mulheres - antes mesmo do homem sequer pensar em dominar os bares, elas já estavam lá. Um começo digno de história e para lembrar SEMPRE ! Reza uma lenda finlandesa que uma senhora, chamada Kalevatar trouxe nossa douradinha para a terra misturando mel com saliva de urso. Nas lendas escandinavas, ainda contam que um guerreiro morto em combate, ganhou a imortalidade ao beber uma cerveja feita pelas Valquírias.



Vale lembrar da nossa santa que descobriu a utilidade do lúpulo na cerveja, sim, Santa Hildegard de Bingen, uma importantíssima pesquisadora que, entre outras coisas, "inventou" de usar o lúpulo como conservante natural para dar aquele gostinho amargo na cerveja que temos hoje. Eu ouvi um amém?








E se teve um lugar onde a bebida ganhou uma enorme popularização, foi na terra da Rainha, a Inglaterra. O hábito de beber cerveja era tão comum, que você tinha a possibilidade em tomar em todas as refeições, até mesmo no café da manhã, já pensou nisso ?


Não se deixe enganar, que até a Rainha Elizabeth I, era apaixonada pela danada da cerveja, a mesma dizia “Uma refeição perfeita é feita com pão, queijo e cerveja”. Lá, as mulheres ou como eram conhecidas “Alewifes” , faziam a bebida em casa e vendiam para complementar a renda familiar. Só que antes mesmo que a Rainha declarasse seu amor pela bebida, na Idade Média uma boa cervejeira era um grande destaque. O próprio Rei Alreck de Hordoland escolheu a Rainha Geirheld, porque ela era famosa pelos seus dons "mágicos" cervejeiros.


Na crise da época e o início do capitalismo, os que eram considerados “hereges” pelo Estado e pela Igreja eram perseguidos, principalmente, organizações femininas. Era o início de Caça Às Bruxas, o que acabou sendo um pretexto para tirar das mãos das mulheres a fabricação das cervejas. Dizem os historiadores que, a imaginação da figura da bruxa remetia a produção da bebida, é isso mesmo que você pensou, eram as cervejeiras. Dá só uma olhada como era o pensamento. Tinha o caldeirão que, quando a bebida começava a fermentar, ela borbulhava parecendo uma poção mágica. Para mexer ele, era utilizado um grande pedaço de madeira com um ramo na ponta, similar a uma vassoura. E tinham os gatos pretos, que espantavam os ratos, já que por trabalharem com cereais era comum surgirem. Em tese, era tudo que eles precisaram para julgar e dar a maior sentença de todas:a morte. Ah, não podemos esquecer de que, uma vassoura era pendurada na porta das casas dessa grandes cervejeiras, para indicar que ali tinha uma boa cerveja.


Infelizmente, perdemos centenas das melhores fabricantes de cervejas da Idade Média, tudo por um jogo político de cortar a fabricação de cerveja pelas mulheres, para lucrar com sua venda, já que a popularização só crescia com o tempo. Com isso, a apropriação da cerveja pelos homens foi aumentando, principalmente, entre os séculos XV até XVIII. Entre esse tempo, ainda tínhamos mulheres que se mantinham forte na tradução cervejeira, como Katharina Von Bora, esposa de Martinho Lutero - pai da Reforma Protestante - que era uma famosa cervejeira de profissão, que aprendeu o processo de fabricação em um mosteiro. Os anos se passaram e, cada vez mais, a responsabilidade da produção da cerveja que eram delas, foi diminuindo.


Com a chegada da Revolução Industrial e a fabricação em larga escala, as mulheres foram perdendo espaço, já que na época o trabalho fora de casa era quase que masculino. E ainda, não era possível pedir empréstimos em banco e nem serem donas de propriedades, o que impossibilitava terem até mesmo sua própria fábrica de cerveja. No século XVIII, os homens assumiram a produção e, também, os bares e o mundo cervejeiro. De donas de casa, as semideusas, as grandes mestres cervejeiras, as bruxas essas são as mulheres nesse universo. E se tá pensando que elas pararam por ali, pense duas vezes, por que se o DNA da cerveja é feminino, o que mais vai ter é mulher fazendo cerveja e bebendo, É CLARO! Durante a 1º Guerra Mundial, foram elas que supriram os soldados nas frentes da batalha produzindo sem parar as mais belas cervejas que puderam. A partir daí foram retomando seus lugares e, graças a Deusa da Cerveja, estão cada vez mais assumindo as produções da bebida e as mesas do bar.


Se hoje é o Dia Internacional da Mulher, então, nada mais justo do que agradecer as mulheres e presenteá-las com uma bela CERVEJA !!


Sallut !!


346 visualizações5 comentários
Logo-Novo-BV.png

PARCEIROS

delibeery-cervejas.png
Logo-HopMundi-completo.png
drink-karma.png
american-beer.png
tesla-cervejaria.png
wiva-cerveja-artesanal.png
logo_campinas_cervejaria_2019.png
zev.png
bierinbox.jpeg
Untitled-1.png
2.png
WhatsApp-Image-2020-08-17-at-11.59.png
LOGO.png

Mogi Guaçu - SP

CONTATO

ENDEREÇO

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco

SIGA A GENTE