Hop Hour entrevista Capunga Craft Beer

Atualizado: 19 de Dez de 2019

Em 1640 foi inaugurada a primeira cervejaria das Américas – isso mesmo, das Américas- na própria residência de Nassau, que era onde?


Na CAPUNGA, no bairro das Graças, apenas três anos após Nassau desembarcar no Brasil, melhor dizendo, em Pernambuco e a batizou de La Fontaine. E hoje entrevistaremos o Victor Lamenha um dos sócios da CAPUNGA BEER, criada há apenas três anos pelos pernambucanos Victor Lamenha, Dante Peló e Bruno Peló, a Capunga é uma cervejaria artesanal que produz atualmente mais de 7 estilos de cerveja. Localizada em Igarassu, marca que produz mais de 80 mil litros de cerveja por mês em Pernambuco.

- Quem são as cabeças pensantes por trás da Capunga? E como vocês definiriam a Capunga Craft Beer? Temos muitas cabeças pensantes por aqui, e nem todas são fundadores da Capunga. Eu (Victor) administro o marketing, comercial e fiscal da Capunga. O Dante também fundou a Capunga e é quem administra toda a parte industrial, o Bruno também é um dos fundadores e administra o financeiro. Mas temos um gerente de marketing que é mestre cervejeiro e publicitário de formação, o Salomão. E temos também o Mozir, que é nosso cervejeiro e criador de algumas de nossas receitas, como a Bala de Prata. 


- Como surgiu o interesse em fazer cerveja?

A Capunga surgiu quando a gente começou a fazer cerveja em casa e o empreendedor enxergou oportunidades ali naquele momento, ainda em 2014.


- E por que Capunga? Exatamente para homenagear a região do Recife que abrigou a primeira cervejaria de todas as americas, em 1640. Coincidentemente é uma região onde eu e mais um fundador, o Edgar, moramos a vida inteira. 

" Estar no nordeste é o grande trunfo da Capunga."


- A Capunga iniciou suas atividades em 2015 correto, quais foram as principais dificuldades até aqui? Cara, as dificuldades são muitas, dá pra gente escrever um livro, mas destaco os altos impostos, a luta por espaço no mercado, a escassez de fornecedores, a concorrência desleal das grandes cervejarias, mas independentemente de todas as dificuldades, saímos de 1000 para 80 mil litros por mês em 4 anos, temos cerca de 1200 clientes e temos mais o que comemorar do que se lamentar. 

- A Capunga expandiu suas atividades no exterior, como foi isso? Surgiu uma oportunidade de passar a nossa expertise industrial e comercial em cervejarias e dentro desse contexto iniciamos em 2018 a produzir no Panamá, no La Fabrica, um brew pub em Panama City. A nossa Capunga Lager é a cerveja mais vendido do pub e estamos presentes em alguns hotéis renomados como o Marriot e o Hilton. 

- E como é o mercado cervejeiro na Região Nordeste do país? Apesar das dificuldades já citadas, temos muito espaço pra crescer. O mercado de cervejas artesanais possui apenas 1% do mercado. O mais importante é traçar estratégias agressivas baseado em um planejamento palpável. 

- Quais as vantagens e desvantagens de estar no Nordeste? Eu não me sinto à vontade pra falar de desvantagens de estar no Nordeste enquanto eu me mantiver com a produção toda vendida e planos de dobrar a produção em 12 meses. A estratégia da Capunga hoje é regional. Queremos ter um marketing share relevante em Pernambuco e manter uma capilaridade crescente nos demais estados do nordeste. Estar no nordeste é o grande trunfo da Capunga. 

- Quais são as cervejas do portfólio da Capunga?

Capunga Pilsen Praia

Capunga Lager

Capunga Blond Ale

Capunga APA

Capunga IPA

Cumade Florzinha

Capunga Double IPA Bala de Prata


Temos também uma série de 3 garrafas transparentes de 275ml.  Capunga Pilz

Capunga Red Ale

Capunga Brown Ale

E ainda possuímos uma linha com 5 molhos de pimenta e esse ano lançaremos um Gin. 

- Os rótulos da Capunga são muito característicos, quais são as inspirações para o design dos rótulos? A maioria dos rótulos possui uma inspiração na cultura nordestina somada com as doideiras da nossa designer e ilustradora Priscila Lins e do time de marketing da Capunga.



- Temos alguma novidade para o futuro da Capunga? Estamos iniciando uma ampliação em nossa sede, onde vamos modernizar nossa produção e duplicar a capacidade nominal. Ainda em 2019, lançamos um London Dry Gin com a marca Capunga. 

E para o Carnaval 2020 teremos a Casa Capunga. Durante os 4 dias de Carnaval, quatro dias de festa, com nossos chopes, drinks e uma programação super bacana A Casa não podia ter localização melhor, no foco do carnaval olindense, passarela dos blocos mais incríveis, que você pode curtir da janela, ou pular na própria rua.


- E a pergunta que fazemos pra todos os nossos entrevistados, por que fazer cerveja?

De forma literal, meu grande prazer sempre foi beber cerveja e vender cerveja. Fazer cerveja eu deixo pro Dante e pro Mozir.


Um abraço a todos. Cheers! 



Não esqueça de deixar seu comentário sobre o que você achou da entrevista com o VICTOR da CAPUNGA BEER . Aproveite e veja os outros posts do nosso blog, tem mais entrevista, lançamentos, curiosidades e muito mais sobre o mundo cervejeiro. Não deixe de salvar em seus favoritos (CTRL + D) e de compartilhar com seus amigos nas redes sociais.

Logo-Novo-BV.png

PARCEIROS

delibeery-cervejas.png
Logo-HopMundi-completo.png
drink-karma.png
american-beer.png
tesla-cervejaria.png
wiva-cerveja-artesanal.png
logo_campinas_cervejaria_2019.png
zev.png
bierinbox.jpeg
Untitled-1.png
2.png
WhatsApp-Image-2020-08-17-at-11.59.png
LOGO.png

Mogi Guaçu - SP

CONTATO

ENDEREÇO

  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco

SIGA A GENTE